Aula de Au Pair 2

Archive for the ‘Buy, buy’ Category

O inverno chegou e você não sabe se vai sobreviver? Calma, vai dar tudo certo. Seja você quem continua no frio do ar condicionado em Miami ou quem tá na neve de Nova Iorque, o negócio é hidratar. Vou indicar alguns produtos aqui que são bons e baratos e facilmente encontrados no Target ou no Walgreens (brincadeira, podem ser encontrados em todos os hipermercados e farmácias, é que esses são meus prediletos).

Lábios

Acho que os lábios são os primeiros e os que mais sofrem nesse primeiro inverno americano. E aquele batom de manteiga de cacau que você usa todo dia antes de dormir não está funcionando, né? Bom, é que esse batom é do Brasil e com certeza é mais leve. Tá na hora de comprar um protetor para o inverno daqui.

Para a emergência ou para as desesperadas, eu recomendo o Vaseline Lip Therapy. Ele é um potinho da marca que a gente conhece Vasenol, que cabe na palma da mão. Ele vem com petroleum jelly especialmente para os lábios. É de consistência bem grossa e dá aquela proteção extra para o inverno rigoroso de neve. Hoje ele tá saindo por $1,79.

Caso você não goste do jeito pastoso demais deste produto, aposte no lip balm da Nivea. Indico o Nivea Lip Care A Kiss of Recovery Medicated Lip Repair SPF 15. Só o nome já deixa a gente tranquila tamanho cuidado! Ele é uma ótima opção pois além de ajudar a hidratar e “sarar” os lábios no inverno, ele tem filtro solar 15 sendo perfeito para usar no verão. Um amigo para o ano todo!

vaseline             nivea

Rosto

Falar sobre hidratação do rosto é complicado. Cada uma tem uma pele diferente e eu não sou nenhuma médica-dermatologista… Mas vou falar o que eu faço, quem sabe funciona com você. Bom, meus lábios estão bem maltratados agora no inverno, então eu uso um lip balm muito bom (que vem no kit VIP da United Airlines) durante todo o dia e passo um bom bocado do Revew Clinical Derma-full Lip Volumizer, da Avon (que eu trouxe do Brasil), que eu não vivo mais sem. Mas até a pele ao redor dos lábios tá bem desidratada e descamando. Então, após fazer a limpeza da pele, eu uso Bio-Oil, que, como o nome já diz, é um óleo de vitaminas. Ele é indicado para cicatrizes e clareamento, ou seja, além de hidratar minha pele, ajuda a melhorá-la. Um frasquinho dele custa cerca de $10.

Bio-oil

Mas quando o negócio tá muito feio, eu apelo para o skin protectant (só para não chamar de pomada para assadura de bebê). Desde que fiz minha tatuagem em 2011, eu descobri as maravilhas dos produtos para assaduras de bebê (para quem não sabe, usa-se Bepantol para proteger e ajudar na cicatrização da tatuagem recém-feita) e aqui nos Estados Unidos fui atrás de alguns novos. Eu uso o A+D Original Ointment para hidratar a pele profundamente, é quase um petroleum jelly. Ao contrário do Hipoglós, o A+D é transparente, consistente e de fácil aplicação. Como o nome sugere, ele contém vitamina A, vitamina D e lanolina. Fiz uma pesquisa na internet e achei no Amazon.com por $2,39! Mas paguei bem mais do que isso no Walgreens.

Corpo

No inverno, você vai precisar sair do hidratante Natura que você tá usando, probably. No frio, é bom usar algo mais denso, algo que nem existe no Brasil (afinal, lá não existe frio). A dica é: healing. Procure a palavra “healing” e você vai achar o hidratante que procura para o inverno. Os hidratantes healings recompõem a pele e aí é só procurar a sua marca preferida ou a embalagem que você mais for com a cara.

O hidratante que eu uso todo santo dia e acho ótimo é o Cocoa Butter Formula, da Palmer’s. Ele é produzido a partir do cacau, então tem um cheirinho de chocolate. Tem uma ótima consistência (denso, mas fácil de espalhar, é cremoso e gostoso de sentir). Vem num pote de 400ml, então é creme prum inverno todo.

cocoa palmers

Caso você não seja destas de usar creme de supermercado, ou até é, mas nos Estados Unidos tem a chance de usar um Victoria’s Secret, por exemplo, eu recomendo (e amo) o Luminous Body Butter, da Pink. É um creme mais pastoso e tem a fragrância Fresh & Clean que é a minha preferida (claro que você tem vários para escolher), mas, além de tudo, é brilhante! Eu amo hidratante iluminador!

Ah, lembre-se que body butter sempre vai ser mais denso que body lotion.

E tenha um bom inverno 🙂

A gente faz contagem regressiva para o Black Friday (sexta-feira depois do Thanksgiving), então anota aí as dicas para aproveitá-lo ao máximo:

Ei, mas o que é Black Friday?

Gosh, you don’t know, girl!? O Black Friday é o grande sale do ano nos Estados Unidos. Todas as lojas apresentam promoções imperdíveis que você não pode perder, tudo fica baratíssimo, às vezes até 80% off! Então, faça o favor de economizar uma grana para esta data inesquecível!

A primeira dica é SABER. Saber o que tá imperdível. Como? Vendo a tv local (ou mesmo outros canais), olhando a página do Facebook da sua loja/marca preferida e apostando nos cupons nos jornais. Gente, não deixem de comprar o jornal no Dia de Ação de Graças (Thanksgiving), porque ele vem re-che-a-do de catálogos e cupons das grandes lojas. Veja tuuuuudo logo no começo do dia para você ir marcando o que você quer/precisa/morresem. E com certeza você vai ficar muito confusa com tantas ótimas opções e tão pouco dinheiro. Faça uma lista de prioridade com os doorbusters (mega mega promoção), porque eles são os primeiros a faltarem no estoque ou são aqueles que tem horário certo para comprar.

Uma semana antes, já visite as suas lojas preferidas e prove as roupas que você gostar, conheça as novidades e não compre nada, só espere o Black Friday para estar pronta para a maratona. Juro que você não vai querer enfrentar a fila do provador à meia-noite do Black Friday. Então, tudo o que você já saber que serve, fica lindo em você, anote.

A maioria das importantes lojas já abrem na virada do Thanksgiving para o Black Friday, à meia-noite. E você vai querer estar lá antes, com certeza. Tem loja que dá brindes aos primeiros 100 da fila. E o estacionamento vai estar lotado.

É legal ir com as amigas bem cedo para ficarem todas ansiosas juntas na porta da loja, é emocionante 😀

No entanto, talvez você queira começar ainda mais cedo. Neste ano, o Target, por exemplo, abriu suas portas às 9 da noite. Então não se esqueça de olhar o horário de suas favorities.

Leve todos os cupons e sua listinha de prioridades. Tudo pode mudar enquanto você estiver no shopping, viu. Às vezes, você queria comprar maquiagem na Macy’s, mas simplesmente não vai dar para resistir à promoção da Victoria’s Secret.

Eu fiz uma lista enorme de compras na Boston Store, e tudo o que eu queria teria aquele preço só até a 1 da manhã (abriu às 12pm). Imagine meu desespero na fila enorme às 00:55 com as minhas compras. Então o tempo pode contar muito na hora do seu shopping, tá. Por isso já é bom ir antes para conhecer onde fica cada departamento, porque na correria do Black Friday, você não perde tempo.

Seja focada e tente resistir às tentações de gastar tudo na primeira loja. Siga a risca sua lista de prioridades para depois não se arrepender. Também tenha consciência de que talvez você não queira (provavelmente não conseguirá) carregar suas compras e terá de voltar ao carro a cada passada em uma loja diferente.

Black Friday pode nos economizar muito, mas muitas lojas não colocam promoções muito diferentes das que eles fazem diariamente, pense nisso. A Bed, Bath and Beyond tava dando cupom de 20% de desconto para todos os visitantes, das 6am até 1pm. E vou te falar que qualquer catálogo deles que você recebe periodicamente em casa tem cupom de 20% off.

Economize, gaste e se divirta!

Vir prum pais estranho morar com gente que a gente nem conhece… e passar fim de semana na casa de quem a gente nunca viu… isso eh ser au pair! Como au pair, vulgo au poor, eh pobre, a gente tem que se virar pra conseguir fazer tudo em USA sem gastar rios de dinheiro – que a gente nao tem mesmo. Uma maneira que as au pairs acham pra economizar grana eh o couch surfing. Existe ate um site para organizar a galera.  Voce se cadastra, faz um perfil, publica fotos e combina “ow, to indo dormir na sua casa”. Voce ta indo pra um lugar? Pesquisa la no site para ver se acha alguem que te hospede. Se chama Couch Surfing porque voce vai de sofa em sofa viajando por aih. Nao sei exatamente como cada um vai te hospedar, eh uma questao de conversar, mas eh de graca. Alem de economizar uma grana, eh tambem uma forma de conhecer gente. Mas conte sempre para suas amigas para onde esta indo, com endereco e telefone, caso algo de errado…

Uma coisa legal que eles tem aqui nos Estados Unidos sao os shuttles. Sao as vans. Mas sao melhores que as vans do Brasil, eh uma mistura de van e taxi. Elas podem te buscar na porta do hotel e te levar ate o seu terminal no aeroporto! E eh a metade do preco de um taxi.

Minha amiga ia viajar e queria que eu a levasse no aeroporto, porque ela (eh pao dura) nao queria pegar taxi, que ficava 60 dolares. Eu nao podia ir, e nem sabia do shuttle. Voltando das minhas ferias, meu host father falou para eu pegar o “blue shuttle”. Cheguei la no guiche no “blue shuttle” e nao tinha ninguem. Aih eu peguei o telefone que tinha la e fiquei procurando no panfleto que numero teria que ligar e PLIM a mulher ja atendeu, foi automatico. Ela perguntou meu nome completo, endereco de onde eu queria ir e disse que era pra eu sentar na poltrona em frente ate ser chamada. Aih o motorista chegou em 15 minutos, chamando o meu nome. Ele botou minhas malas na van, e fui eu sozinha ate a minha casa. Achei uma beleza! e queria contar para voce.

O shuttle que eu peguei tem um site e voce pode reservar online. Ele vai te buscar na sua casa quando voce quiser ir pro aeroporto! Existe em varias cidades dos Estados Unidos, de uma olhada no site. Mas, caso o Super Shuttle nao trabalhe na sua cidade, com certeza outra empresa trabalha, pesquise.

Ah, e nao esqueca da gorjeta pro motorista, ta.

Nao sei de voce, mas eu trou xe um dicionario pra ca, com CD-ROM e tudo. Nem carrego na bolsa, como perguntou um amigo, mas sempre dou uma olhada.

Uma boa eh, chegando aqui, voce comprar um dicionario eletronico. Da pra comprar em hipermercados por um bom preco (custa em torno de $35). Eh fino e fechadinho como uma calculadora. Vem com varias linguas (chines, japonesa, espanhol, frances, portugues, ingles… sei la o que mais) e aih eh soh voce digitar a palavra pra ver a traducao. Caso nao conheca a palavra, voce aperta a tecla “speak” e o aparelho fala a palavra pra voce saber como pronunciar. Como eh pequeno, da pra carregar sempre com voce. Nao eh uma beleza?

Cada um tem o seu gosto, mas vai que voce gosta do meu, ne. Aqui vao dicas de onde comprar cada coisa.

Biquini: No Brasil hahahah. O estilo daqui eh diferente. As calcinhas sao, claro, maiores e tampam mais o bumbum, mas as partes de cima sao bonitas. Voce pode trazer do Brasil partes de baixo do seu gosto e comprar aqui as partes de cima, porque vendem avulsas (nos hipermercados, por $14,99). Agora, se voce realmente precisa de um biquini novo e nao se importa de ter que usar um biquini americano, na Pacsun tem biquinis bem estilosos e coloridos.

Comida: Com certeza, nos hipermercados. Eu gosto do Wal Mart desde que morava no Brasil, mas agora conheci o Target, tambem adoro. Eu acho o Wal Mart melhor – ou seja, mais barato.

Eletronicos: Compre em hipermercados (Wal Mart) ou no Best Buy, que eh uma super loja so desse departamento. Tambem vale dar uma conferida no site da Amazon.

Jeans: Hoolister. Alem da loja (que tem estilo surfista) ser super bacana (parece casa de praia e eh toda escura), os jeans la sao da melhor qualidade e tem jeitinho brasileiro: baixas e de boca fina. Paguei $38,00 nos meus shorts. Quem quer fazer uma moralzinha no Brasil, pode optar pelos jeans da Guess. Tambem sao lindas, de marca famosa e tem um preco caro acessivel ate para au pairs. Uma calca custa em torno de $159,00.

Vestido: A minha loja preferida para os meus vestidinhos eh a Papaya, mas eu nao sei se tem em todos os Estados Unidos. Sao graciosos e curtinhos, ate achei que fossem uma blusa quando vi no cabide. Eu prefiro comprar vestidos porque as camisetas e blusinhas sao muuuuuuito longas pro padrao brasileiro. Tambem gosto da Forever XXI, que eh tudo baratinho. Os vestidos saem em torno de 20 dolares tanto em uma quanto na outra.

Veio pros Estados Unidos sem camera? Meu Deus, ta na hora de ir comprar uma, ne. Nada melhor do que tirar muitas fotos desse monte de coisa diferente que voce vai encontrar dia apos dia! Eh claro que todas as maquinas aqui sao boas, se a gente comparar com as do Brasil (nao que no Brasil nao tenha cameras legais, claro). Se voce quer economizar e comprar uma camera simples, tem umas legais (eu vi uma Kodak roxa no Wal Mart) por uns 100 dolares. Mas, pera la, voce veio pros Estados Unidos e nao vai levar uma super ultra legal? Larga mao! Leva uma touch screen, no minimo! Minhas amigas compraram em New York (no tour do workshop) umas cameras que, chorando, sairam por 300! Vai, da pra comprar, nao da?



  • Manu MG: Ei Paula ... que gracinha vc dizer isso !!! Obrigada viu !!! Eu estou gostando muito de falar com eles .. Eu tenho medo apenas da questão da aliment
  • Pawlinha: Oi, Manu! Obrigada pelo comentário. Bom, família de judeus tem lá seus pros, como os feriados e as festas, que geralmente são legais e você ganha
  • Manu MG: Ei Paula ... Tudo bem !! Estou negociando com uma família de Judeus que só come comida Kosher ! Você recomenda fechar com uma família assim ? Eu t