Aula de Au Pair 2

Archive for the ‘Now me diga’ Category

No minimo 2 meses antes de voce terminar o programa de au pair, a sua agencia vai te mandar um email pedindo para que voce faca o pedido de “return flight”. No meu caso, a Au Pair Care mandou um email no dia 1 de janeiro, para que eu decida ate 1 de fevereiro que dia que eu quero voltar pro Brasil. Meu programa acaba em marco, por isso mandaram o email em janeiro para eu decidir ate fevereiro. Se voce termina o programa em agosto, por exemplo, recebera o email em 1 de junho e tera ate 1 de julho para mandar o seu pedido. Entendido? 

No site, eles dao 3 opcoes de datas para voce. Eles tentam arranjar a data que voce quer, mas, caso nao de mesmo, passam a tentar uma segunda opcao de data, e, em ultimo caso, uma terceira opcao de data. Lembrando que a data tem que ser ate 30 dias antes ou ate 30 dias depois do fim do seu programa. Voce tambem decide de onde e para onde a passagem sera. Se voce mora em uma cidade grande, pode sair da sua cidade mesmo ate o Brasil. Caso va fazer uma viagem antes de voltar ao Brasil, tambem pode pedir sua passagem la naquela cidade (eu desaconselho, porque viajar com toda a mudanca eh foda). Na cidade do Brasil, a chegada, podera escolher entre as opcoes:  Sao Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba, Florianopolis e Manaus.

Entao o pedido que voce manda eh mais ou menos o seguinte: from “Los Angeles” to “Rio de Janeiro” em 3 de abril, ou 4 de abril, ou 5 de abril.

A APC disse que com 20 dias de antecedencia do fim do meu programa, eles dariam as informacoes para o voo no site da agencia, mas ja publicaram la o meu! Eu nao sei quando que fizeram a minha reserva e publicaram para mim no site, mas apos 2 dias de eu ter mandado o meu pedido, ja esta la. E eles fizeram a reserva na minha primeira opcao de data mesmo!

Anúncios

Ok. Chegou, beijinho, beijinho (ta, nem sempre tem beijinho) e voce esta na sua nova familia. Mas voce nao foi adotada, ne, vamos, levanta a bunda daih e faca alguma coisa. Veja seus documentos se estao certos.

Assim que der 15 dias da sua chegada aos Estados Unidos, faca seu social security. Nao sei pra que que serve, mas voce tem que ter, vai ter que apresenta-lo em todas as coisas.

Nao tem carta de motorista? Segunda coisa eh ver isso. Va a um departamento e pegue um caderninho de estudos, leve pra casa, estude e volte para fazer a prova escrita e de direcao.

Ta sem amigos? Vai pra escola! Nenhum lugar melhor pra se conhecer gente do que ir pra escola. Alias, falei errado, essa eh a primeira coisa que voce tem que ver, porque eh o que mais demora pra se realizar. Tem que pesquisar em que escola, qual curso, o preco e fazer o “vestibular”, ou seja, a prova para saber o seu nivel de ingles (se for fazer um curso do tipo). E assim que se matricular, va ver como fazer a carteira de estudante, porque, alem de te dar desconto no cinema (se bem que aqui na minha cidade soh dao 1 dolar de desconto!), fica sendo um documento de identificacao, assim voce nao precisara ficar carregando seu passaporte por aih.

Eu fiquei imaginando como seriam os encontros mensais aqui nos Estados Unidos. Quando eu estava no Brasil, a gente tinha encontros mensais na agencia pra trocar experiencias, tipo palestra, e eu achei que seria assim aqui tambem.

Mas nao eh.

Os encontros aqui sao sempre um passeio bem divertido. Cada cidade tem lugares diferentes para se visitar e eh pra la que a gente vai nesses encontros de au pair. A coordenadora local envia um e-mail para todas avisando quando e onde acontecera o encontro do mes. Ela pode adiantar e ja falar de como serao os proximos 3 encontros, por exemplo. Mas nao se preocupe, voce pode escolher pra onde quer ir. Se voce ta louca pra jogar boliche, por exemplo, eh soh falar pra sua coordenadora e, se todo mundo topar, voces podem ter o encontro la.

O encontro pode ser em um festival anual que tem na sua cidade e eh preciso pagar para entrar. Cada uma paga o seu, mas os encontros nao ficam caros, eu acho que sempre vale a pena. No comeco, a gente pode se sentir deslocada, ainda mais porque quando as au pairs se reunem, cada grupo fala a lingua natal, e vai que voce fica na rodinha das japonesas, ne. Mas eh bom pra conhecer o pessoal e sempre chega uma menina nova carente que pode ser uma amiga pra voce.



  • Manu MG: Ei Paula ... que gracinha vc dizer isso !!! Obrigada viu !!! Eu estou gostando muito de falar com eles .. Eu tenho medo apenas da questão da aliment
  • Pawlinha: Oi, Manu! Obrigada pelo comentário. Bom, família de judeus tem lá seus pros, como os feriados e as festas, que geralmente são legais e você ganha
  • Manu MG: Ei Paula ... Tudo bem !! Estou negociando com uma família de Judeus que só come comida Kosher ! Você recomenda fechar com uma família assim ? Eu t